Sobre Malta

Vestígios megalíticos, masmorras medievais e a Gruta de Calipso - As ilhas maltesas são totalmente míticas. As ruas estreitas e serpenteantes das suas vilas e aldeias conduzem-nos até às praças principais que são invariavelmente dominadas por igrejas barrocas de dimensão impressionante. Uma vez que as zonas rurais estão repletas de torres medievais, capelas nas bermas das estradas e as mais antigas estruturas humanas conhecidas no mundo, as ilhas foram corretamente descritas como um museu ao ar livre.

O arquipélago maltês situa-se praticamente no centro do Mediterrâneo, 93 km a sul da Sicília e 288 km a norte de África. O arquipélago é composto por três ilhas: Malta, Gozo e Comino com uma população total de mais de 400 mil habitantes, que ocupam uma área de 316 quilómetros quadrados.

Malta é a ilha maior e o centro cultural, comercial e administrativo. Gozo é a segunda maior ilha e é mais rural, caracterizada pela pesca, turismo, artesanato e agricultura. Comino, a mais pequena das três, tem apenas um hotel e é a mais desabitada das três. 

Com um soberbo clima soalheiro, praias atrativas, uma vida noturna vibrante e 7000 anos de história intrigante, há muito para ver e fazer.