Língua

As línguas oficiais de Malta são o maltês e o inglês.

A língua oficial de Malta é o maltês, uma língua de origem semita escrita em alfabeto latim. Ao longo dos séculos, a língua foi incorporando várias palavras do inglês, italiano e francês. 

O italiano é também uma língua bastante falada no território maltês.

     
 

Malti - A língua maltesa

A língua maltesa é fascinante tanto para os visitantes como para os linguistas. Os malteses falam uma língua única. Malti é a única língua de origem semita escrita com caracteres latinos.

Ao longo dos tempos, foram várias as palavras estrangeiras que passaram a fazer parte da língua, especialmente palavras de origem inglesa e italiana. O inglês, que também é umas línguas oficiais, é falado fluentemente por muitos dos habitantes das ilhas e é a língua oficial dos negócios internacionais.

É surpreendente a forma como os habitantes das ilhas foram capazes de manter uma língua única, tendo em conta as muitas outras que foram sendo trazidas, ao longo dos séculos, pelos vários povos que ocuparam o território. O maltês foi, durante muito tempo, uma língua apenas falada. Até que na segunda metade do século XIX as suas regras gramaticais foram definidas e registadas.

A evidência mais antiga de maltês escrito é uma balada de Pietro Caxaro (de 1485). Os Cavaleiros também tentaram colocá-la por escrito. A sobrevivência da língua é talvez a maior prova da resiliência dos malteses em manterem-se como um povo e cultura distintos. Pensa-se que o malti deriva da língua dos antigos fenícios que chegaram a Malta no ano 750 a.C.

As influência dos árabes, que ocuparam as ilhas entre os séculos XIX e XIII, está bem presente na língua maltesa, cujas raízes se assemelham muito à língua árabe. Os topónimos e números são os exemplos mais óbvios da influência árabe na língua.

Para os falantes não nativos que tentam aprender maltês, o som mais estranho é semelhante ao "q" em árabe - uma paragem glótica, quase silencioso, mas difícil de dominar. Caso tenha interesse em aprender maltês, estão disponíveis várias escolas de línguas nas ilhas que têm ofertas de cursos de maltês para falantes não nativos.